1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Parapente em Formosa – GO.

A famosa rampa do Vale do Paranã em Formosa – GO, recebe a 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de 2018, que acontece entre os dias 21 e 28 de Julho de 2018.

No voo livre a pratica a partir do Vale do Paranã iniciou-se a mais de 30 anos… Inicialmente território da Asa Delta, onde anualmente já foram realizadas inúmeras Etapas do Brasileiro e duas edições do Mundial FAI, a pratica da modalidade Parapente veio ganhando força nos últimos 10 anos, atraindo o interesse de praticantes de todo o Brasil, em especial para a realização de um grande evento como 1ª Etapa do Brasileiro de Parapente 2018.

Formosa1

A Cidade de Formosa

Distante 75 quilômetros de Brasília, e a 282 km Goiânia, com uma população de mais de 100mil habitantes, cidade de importante riqueza natural, com grande número de cachoeiras e outros atrativos naturais, Formosa conta com uma boa infraestrutura hoteleira, de segurança e entretenimento, o que certamente facilitará a acomodação de todos os pilotos presentes ao Campeonato, bem como seus familiares que terão ao longo de toda região inúmeras opções de diversão e turismo.

Rampa do Vale do Paranã

Distante 48km do centro da cidade de Formosa (50 minutos), por excelente estrada para transito de qualquer veículo, a rampa de Voo Livre do Vale do Paranã, mantida pela Associação de Voo Livre de Brasília – AVLB, tem uma ampla área de decolagem, possibilitando mais de 15 (quinze) decolagens simultâneas, uma grande área de pouso em frente à rampa e no seu entorno.

Dados:
Local: Vale do Paranã – Formosa – GO
Altitude: 1.314 metros
Desnível: 560 metros
Quadrante: E|NE
WayPoint: D00 -15.256833° / -47.505017°
Acesso: cerca de 48km da sede de Formosa, no Km 25 da rodovia estadual GO-118, em direção a cidade de Alto Paraíso, placa à direita indicando “Voo Livre”, depois mais 7 km de boa estrada de terra.
Decolagem: rampa natural, possibilidade de mais de 15 decolagens simultâneas.
Pouso: Diversos pousos na planície atrás da rampa. Pouso oficial na fazenda do Geraldo Farias, distante 45km do centro de Formosa.
Melhor Época: De Junho a Setembro.

 

Membros da CAB com os relatores da ANAC.

Hoje na sede paulista da ANAC membros da formatação da Regulação do Aerodesporto Brasileiro, divulgaram a nova regra para os membros da CAB  “ABUL , ACRO Brasil, CBB, CBPq, CBVL, COBRA e FBVV” entre outras entidades e que estará em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2019.

cab Membros da CAB e ANAC.

35686725_1203491329790910_6838496668707454976_n Acesse a Regulação de Aerodesportos da ANAC.

35628506_1203491339790909_7716111349461286912_n Auditório da ANAC em São Paulo.

1ª Edição na America Latina do Acampamento de Balonismo.

Trabalho da nova geração brasileira de Delegado FAI | CAB junto aos dirigentes mundiais de Balonismo, proposta encaminhada na última reunião em Hong Kong… Realização da 1ª Edição na América Latina, toda a garotada, filhos de aerodesportistas, estão convidados, férias diferenciada… Pais e Mães interessados entre em contato com a organização, a idéia é um intercâmbio entre a garotada da América Latina.

35346989_1979735742036820_4071156846558183424_n

31º Campeonato Brasileiro de Balonismo em Casa Branca – SP.

Após um longo tempo desde da realização do 1º Campeonato Brasileiro de Balonismo, a cidade de Casa Branca no interior de São Paulo é novamente sede do evento com 30 pilotos de vários estados brasileiros. A cerimônia de abertura foi realizado com membros das representatividades locais e presidentes da Confederação Brasileira de Balonismo e Comissão de Aerodesporto Brasileiro.

Apresentação de todos os pilotos, comissão técnica e juramento de competividade, o campeonato foi aberto pelo cerimonial da prefeitura e um coquetel foi oferecido aos convidados.

6 dias e várias provas realizadas, mudança de posições entre os pilotos diariamente e que foi definida no ultimo dia.

Acompanhe o dia a dia com as imagens no FACEBOOK feitas pelo fotógrafo holandês Bennie Bos  e na página da CAB.

Cerimônia de Premiação na transmissão AO VIVO.

cbb1 Cerimônia de abertura.

cbb2   O balão de forma Bidu a “RAPOSA” numa das provas do campeonato.

cbb  30 pilotos e suas equipes de vários estados do Brasil.

cbb3  PROVAS sendo fotografada pelo holandês Bennie Bos.

Equipe Brasileira no 10º Campeonato Mundial de Paramotor e Paratrike na Tailândia 2018.

Toda expectativa para o Campeonato Mundial de Paramotor e Paratrike na Tailândia não poderia ser melhor, apesar da burocracia para despachar os equipamentos, passagem pela Receita Federal com as respectivas notas fiscais dos equipamentos e processo de Despacho Simples de Exportação, toda a equipe dividida em vários voos via Dubai na sua maioria e Addis Ababa onde eu , Mauricio Braga, Alan Braga e Caco chegamos ao destino Bangkok… Desembarque sem muitos contratempos pois a organização tinha enviado uma carta a todos os participantes com a grafia local um comunicado referente a bagagem, tudo certo na imigração e alfândega. Um dia em Bangkok e todos os pilotos reunidos, locação de VANS e PICK-UP seguimos para a região de LopBuri onde ficamos por 12 dias.

31223725_1737923272922285_4782395983302492160_n (1)

Galera descansada depois do longo tempo de viagem e fuso horário e equipamentos são montados, vários contratempos entre montagem e treinos acontecia dia a dia, todo tipo de falhas e quebras a cada piloto… Acabado os treinos alguns ainda com problemas e vamos realizar um treinamento de emergencia na água, onde todos os participantes recebem instruçnao de salvamento com utilização de oxigenio para ção dentro dágua, pois varias provas serão realizadas em cima de um lago, todos passaram no teste, no dia seguinte a Cerimonia de Abertura do 10º Campeonato Mundial de Paramotor e Paratrike é realizado com autoridades locais, membros da FAI e organizadores… Apresentação da cultura tailandesa e representante de cada nação sobrevoando com as suas respectivas bandeiras a frente da área do evento. Confraternização, briefing entre team leader e no dia seguinte inicio das Provas.

30171833_1241683175961924_3933501755808193976_o

30171210_1241685379295037_8025361010101508650_o

3

31969807_1810365238985563_1722752738665693184_n

2

Dia 1 do Campeonato com Prova de 8 “oito” sobre o lago… Decolagem dos PL1 ” Paratrike Solo”, feito o sorteio vamos para área de decolagem, bandeira verde e decolo para o setor de espera e aguardo autorização para entrada no circuito, bandeira verde, sigo para entrar no circuito, motor falha, desisto da entrada sobre a água e me posiciono novamente quando o motor para no ar, pouso na beira do lago e logo uma equipe de resgate vem me auxiliar, retornamos ao boxe da equipe brasileira onde verificamos a quebra… Frustração e desanimo logo no inicio do evento… A prova continua e a equipe brasileira no PF1 e PL2 seguem na competição… Alguns pilotos em varias categorias ficam na agua, mas sem incidente, tudo ok!

32451908_1179501905525606_3863307882862739456_n Team Leader e suas anotações

31919445_1246124102184498_5398884696933269504_n Prova S10 | FAI.

Durante o decorrer das provas de Navegação e Precisão a equipe brasileira foi adquirindo confiança e avançaram com boa performance e alguns erros que persistiram por falta de treinamento, isso faz parte numa competição de alto nível onde detalhes podem fazer com que o piloto percam pontos, zerando a prova do dia. Com certeza um aprendizado!

32089252_1750996334958980_7840630461486333952_o Prova de Navegação.

32089407_1750996551625625_7001405800446951424_o Conferindo os turn point.

7 Area de fiscalização.

31959085_1751001361625144_2929495169948450816_o Area de decolagem.

31959791_1750997378292209_5680294050838609920_o Janela aberta PF1.

32130584_1750997798292167_4156371901108715520_o PL1.

31957307_1750998201625460_2531170037377531904_o PL2.

31961804_1751008424957771_6876743846399574016_o

32089171_1751007834957830_621212593540825088_o

31960521_1810365312318889_5869835115139432448_n Cerimonia de Premiação.

3º Campeonato Panamericano de Parapente em Baixo Guandu no estado do Espirito Santo – Brasil.

Inscrição feita e cerimonia de abertura realizada na Praça São Pedro, 21 países inscritos com 119 pilotos, sendo que 35 brasileiros… O PanAmericano em Baixo Guandu, começa com a subida dos equipamentos e pilotos para a rampa de Monjolo, comissão reunida, é definida um Race To Goal de aproximadamente 78km, numa condição com pouco vento… Janela aberta e as decolagens sendo realizada sem nenhum problema, em 30 minutos praticamente todos estavam no ar se posicionando para abertura do START… Subida pelo lado direito da rampa com uma térmica residente entre as cordilheiras… Prova com muitas variáveis onde a liderança e pelotões eram trocados a cada transição… O ultimo pilão que realmente definiu e fez com que cada piloto utilizasse sua estratégias, alguns utilizando rotas previsíveis que não funcionou, o pelotão atropelou por cima e outros separando do mesmo e finalizando a prova em destaque.

28378699_609257806077063_7677320480816126967_n Cerimonia de abertura

29694612_609258046077039_2693396034051026226_n Rastreador, mapa e identificação.

30226423_611369869199190_5729478903915872256_n Area do QG.

26229729_1897222083621520_7289050296461865883_n Rampa do Monjolo.

29694834_1899285746748487_2471793496402275892_n Rafael Saladini, Jarbas Mello, Marcelo Prieto. Richard Pethigal e Nick Greece

b1.2 Comissão de prova.

b1.3 Placa de Prova.

29683784_1900599743283754_7530154581796744606_n Prova do dia.

29694487_1899286110081784_3158393527198845761_n Rampa.

29572897_1899285793415149_254712838065581499_n Briefing.

29694731_1899285923415136_2823204941040168437_n Prova do Dia.

decolagem3.4-1024x600 Janela aberta.

decolagem-3.7-1024x574 Deonir Spancerski. piloto da equipe brasileira.

29595552_1899286023415126_9154524625929246700_n Decolagem.

29573142_1899286090081786_6367911065693513525_n Termica na cara da rampa.

Segundo dia de prova com um race to goal de 63km… condição diferente do dia anterior com o vento norte nordeste, com predominância lateral, com entrada de frente, apesar disso decolagem com todos os pilotos no ar sem muito stress… Apesar que entre as decolagens finais um incidente fez com que a organização mudasse as atenção, mas continuando as decolagens sem nenhum problema… Posicionamento para abertura do START e o piloto do sul retorna a rampa para pouso esse não conseguiu e foi para o foothill pousando em segurança apesar de um set de suas linhas estarem com nó… Prova em andamento e é acionado o helicóptero para o salvamento do piloto que havia sofrido o acidente entre uma das cordilheiras, acesso difícil por via terrestre… No radio a prova ia se alternando na liderança e pelotão… Piloto resgatado pela equipe de salvamento, mas infelizmente o impacto sofrido na cordilheira de pedras fez com que suas fraturas multiplas levassem ao óbito… Meus sentimentos aos familiares e a comunidade brasileira… Ultima perna indo para o pilão no contra vento… Essa perna foi o diferencial para os que arriscaram e fizeram uma melhor rota e linha… Parabéns ao sul mineiro Leandro Padua que matou a prova do dia.

21768091_1899285983415130_7279616178357860206_n Fila de decolagem.

29595326_1897222280288167_2600867509178388345_n Checagem de equipamento.

29790735_1899286076748454_8527203777387011831_n Rampa.

29573341_1898155443528184_5105754654681278224_n Transição, START aberto.

29789950_1900599793283749_5863563734805410100_n Posicionando para a prova.

Após o DAY OFF devido o acidente do dia anterior o evento retorna a competição, uma homenagem na rampa do Monjolo, organizado pelo piloto piloto Richard Pethigal é realizado, uma enorme roda é feita pelos pilotos para realização da cerimonia. Um momento de silencio entre a comunidade… Comissão de piloto é reunida, com um sombreamento parcial na região, um Race to Goal de 44.8km é montada… Uma prova que se tornou uma correria porque a meteorologia local mudou e o sol apareceu… Mudando toda perspectiva… Posicionamento na abertura do START, térmicas e linhas de transição eram disputada a todo instante, o FULL SPEED praticamente… Transição final entre EnZo’s e um Boomerang11 que veio por trás avançando até o END SPEED SECTION… No geral deu o venezuelano Daniel Zaragoza de OZONE EnZo3, vence a prova do dia seguido do argentino Michel Guillemot  GIN Boomerang11, os brasileiros chegam em seguida Leonardo ” Leozinho” Machado de Governador Valadares e Mauro “Tytto” Caberlon do Rio Grande do Sul ambos de OZONE EnZo3.

30124136_1900599719950423_8946920922395608347_n Homenagem ao piloto Alessandro Heringer.

29598041_1900599883283740_8565242169991706824_n Goal.

p1-1024x621 Chegada.

P7-1024x592 Vencedor do dia.

2 dias com provas CANCELADAS devido as condições meteorológicas “CHUVA”… Apesar de céu encoberto e teto baixo a organização levou os pilotos para a rampa e prova montada, todos aguardando a abertura da janela e uma melhora nas condições… Race to Goal de 40km aproximadamente… Correria total fazendo com que um erro seria prejudicial na tabela, já que haveria descarte… Pilotos entrando na nuvem e sendo desclassificados, o lider cai nesse protesto e brasileiros ficam nas 2 primeiras posiçøes no geral.

RESULTADOS no site da organização.

Individual Leandro Padua – Vice Campeão, Jeison Zeferino Campeão e Michel Guillemont em terceiro.

geral Podio GERAL.

Equipe Brasil Vice Campeã, Colombia Campeã e Venezuela em terceiro.

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial